domingo, 14 de julho de 2013

Questão Comentada- Liquigás, 2012 - CESGRANRIO - NBR 14280 - Cadastro de Acidente de Trabalho: Procedimento e Classificação

Primeiramente uma definição sobre INCAPACIDADE PERMANENTE TOTAL de acordo com a NBR 14280 (NBR muito importante e que cai muito em concursos).

Refere-se aos segurados que ficaram permanentemente incapacitados para o exercício laboral. A incapacidade permanente pode ser de dois tipos: total e parcial.

Agora um esquema fácil sobre esses dois tipos.

INCAPACIDADE PERMANENTE TOTAL:

a) ambos os olhos;
b) um olho e uma das mãos ou, um olho e um pé;
c) ambas as mãos ou ambos os pés ou uma das mãos e um pé.

DICA: Nota-se que SEMPRE são dois membros ou órgãos ou um membro e um órgão.

2 olhos;
1 olho + 1mão;
1 olho +1 pé;
2 mãos;
2 pés;
1 mão + 1pé;

INCAPACIDADE PERMANENTE PARCIAL:

Acidente que reduz a capacidade de trabalho, em caráter permanente que, não causa morte ou incapacidade permanente total.

DICA: Ou seja, não causa morte ou perda de:

1 olho;
1 mão;
1 pé;
...
Ou qualquer membro ou parte do corpo, ou qualquer redução permanente de função orgânica;

Tendo em mente estes conceitos vamos a questão!

A) Errado. Os dois pés são I.P.TOTAL;
B) Errado. As duas mãos são I.P TOTAL;
C) Errado. 1 olho + 1 pé são I.P.TOTAL;
D) Errado. 1 olho + 1 mão são I.P.TOTAL;
E) Correto! A audição não é órgão ou membro, logo não podemos considerar uma incapacidade permanente total.