terça-feira, 16 de julho de 2013

Questão Comentada - Petrobras - CESGRANRIO - NBR 14280, Custo Segurado


Questão que envolve conceitos da NBR 14280 - Custo Segurado, vamos lá...



No Brasil, uma parcela do custo é de responsabilidade INSS, pois as empresas são obrigadas a manter seus empregados segurados contra acidentes do trabalho. Tal parcela constitui o que se denomina CUSTO DIRETO, ou mais propriamente: Custo Segurado dos acidentes. Há, porém, outra parcela que é de responsabilidade exclusiva do empregador, chamada CUSTO INDIRETO ou custo não Segurado do acidente.


Exemplo:
CUSTO SEGURADO
Despesas médicas, hospitalares e farmacêuticas necessárias na recuperação do acidentado; Pagamento de diárias e indenizações; Transporte do Acidentado. (Por incrível que pareça essa “deveria” ser de fato a função do INSS.) NBR 14280*
CUSTO NÃO SEGURADO
Despesas com material nos reparos dos danos; Despesas com mão-de-obra na manutenção corretiva do equipamento acidentado; Prejuízos pelas horas improdutivas em decorrência do acidente. NBR 14280*
Portanto,
a)ERRADO, quem arca com a perda de tempo na produção é o empregador.
b)CORRETO, a reabilitação é um CUSTO SEGURADO, responsabilidade do INSS.
c)ERRADO, a redução de salário não se encaixa em custo segurado.
d)ERRADO, os prejuízos  a máquinas e/ou equipamentos é de responsabilidade do empregador.
e)ERRADO, quem arca com o treinamento do profissional substituto não é o INSS (Governo), mas sim o empregador.